ÚLTIMAS NOTÍCIAS / CP CONTRA CLEMENTE:
 
COMISSÃO NOTIFICA VEREADOR E PRAZO SE INICIA
 
15/03/2016
Fonte: assessoria

Os integrantes da Comissão Processante número 001/2016, constituída durante a sessão legislativa de segunda-feira, 15/02, da Câmara Municipal de Prudentópolis, acatando a denúncia formulada contra o Vereador Clemente Lubczyk, do Partido Solidariedade, procedeu com a notificação do mesmo durante a realização da sessão legislativa de segunda-feira, 14. Agora, o denunciado tem o prazo de dez dias para apresentar sua defesa prévia e indicar dez testemunhas em sua defesa, que serão ouvidas posteriormente, durante sessão de oitiva.  A CP acatou denúncia formulada pelo Partido Popular Socialista – PPS -, assinada pelo presidente da Comissão Executiva Provisória Local, Júlio Alberto Durski. Nos fatos, cita que Clemente foi processado e condenado em processo de ação civil pública por ato de improbidade administrativa, já constando seu nome no Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Atos de Improbidade Administrativa, do Conselho Nacional de Justiça. Na época, segundo a denúncia, “que dada a ausência de secretário na região norte do Município, investiu-se dos poderes de executivo e passou a executar obras e serviços, inclusive contratando diretamente a compra de materiais e posteriormente pagos pelo Município e até mesmo a contratação de pessoas”. A denúncia diz que o objetivo era apenas eleitoreiro e que Clemente era membro da organização criminosa chefiada pelo ex-prefeito Gilvan Agibert e que “associou-se ao Sr. Darci Smutek, sob a chefia de Gilvan, com o objetivo de desviar verbas públicas”.  Conforme a denúncia, “para burlar a lei que proíbe contratar com o Município, ocultou sua sociedade com Darci Smutek na retroescavadeira 4x4, e que por várias vezes prestaram serviços ao Município, com dispensa de licitação, com grandes indícios de irregularidades na quantidade de horas prestadas”. No requerimento formulado pelo PPS, foram citados os impedimentos dos vereadores José Adilson dos Santos, Júlio César Makuch, José Petez, Luciano Marcos Antonio, além do próprio denunciado, por estarem envolvidos  ou terem parentes próximos, na Operação Caçamba, do Grupo Gaeco. Dessa forma, como em comissões anteriores já houve esse procedimento, houve despacho favorável e a respectiva convocação dos vereadores suplentes, Allan de Andrade, Leandro Giaretta, Dimas Kopanski, Sérgio Miques e Acir Batista dos Santos. Dentre os Suplentes, Osmário Batista, Paulo Sérgio Guedes, Bores Belo e Hilário Chumlhak também tinham ou indicaram impedimentos para participar. Por aprovação unânime de votos em Plenário, a denúncia foi aceita e foram sorteados os vereadores que farão sua composição, ficando Presidente o Vereador Mauricio Bosak (PSC); Relator Vereador Dr. Darley Gonçalves da Rosa (PSB); e Secretário, Vereador Marcos Roberto Lachovicz (PPS). A mesma foi instalada e agora, após a notificação do denunciado, começa a correr o prazo, improrrogável, de noventa dias.

 

 
 Outras Notícias
» ESCOLA CORONEL É HOMENAGEADA POR CONQUISTAR PRÊMIO
» ALUNO DA APAE RECEBE HOMENAGEM PELO PRÊMIO CONQUISTADO
» HOMENAGENS SÃO ENTREGUES A PROFESSORES E SERVIDORES
» RUAS RECEBERÃO NOMES DE PADRES BASILIANOS QUE INICIARAM TRABALHO EM PRUDENTÓPOLIS
» FALECE O EX-VEREADOR VALDIR FISCHER
» SUPLENTE IVO PROCZIKEVICZ ASSUME COMO VEREADOR
VER TODAS
 

Horário de Atendimento: 08:30h às 17:00h - Email: atendimento@cmprudentopolis.pr.gov.br
Telefone: (42) 3446-8600