ÚLTIMAS NOTÍCIAS / COMISSÃO PROCESSANTE:
 
MAKUCH NÃO APRESENTA ALEGAÇÕES FINAIS E RELATÓRIO FINAL É ELABORADO
 
19/05/2016
Fonte: assessoria

A Comissão Processante número 009/2015, instalada em face do Vereador Júlio César Makuch, pela Câmara Municipal de Prudentópolis, recebeu manifestação do Vereador Julio Cesar Makuch informando que não apresentará alegações finais nos autos, em razão de supostas irregularidades contidas no processo. A manifestação foi protocolada dentro do prazo legal estabelecido, ao final da tarde de segunda-feira, 16/05, no protocolo eletrônico do legislativo, feitas pelo próprio vereador, o qual também protocolou um atestado médico, pedindo afastamento das funções pelo prazo de quinze dias, por problemas clínicos. Makuch, na segunda-feira, esteve presente na sessão de julgamento de Clemente Lubczyk, durante o período da manhã, quando também protocolou requerimento à comissão processante que cassou o mandato de Clemente, solicitando participar e votar na mesma. A comissão o impediu de participar do trâmite, em virtude de estar envolvido nos autos, ligados à Operação Caçamba, do Grupo Gaeco. Agora, após o recebimento da manifestação de Makuch, a comissão deve se reunir e elaborar o relatório final, apontando pela cassação ou absolvição do vereador e, após, notifica-lo, além de estabelecer uma data para realização da sessão de julgamento, que será em dia e horário especialmente designado para essa finalidade.

A CP 009/2015, também teve de alterar sua composição, com o sorteio de um novo integrante, haja vista que Clemente Lubczyk, que estava participando dos trabalhos, teve seu mandato cassado. Assim, na sessão de segunda-feira, 16, foi feito novo sorteio dos vereadores aptos a participar e saiu o nome do Vereador Marcos Roberto Lachovicz, que assume a função de Relator da mesma, ao lado do Presidente, Vereador Dr. Darley Gonçalves da Rosa e do Secretário, Vereador Osmar Pereira. Esta comissão foi instaurada contra o Vereador Júlio César Makuch, após votação em Plenário em sessão legislativa de 16 de novembro de 2015,  após a aceitação por onze votos favoráveis. A denúncia do PMDB, assinada pelo seu Presidente Osmário Batista Júnior, se baseia na denúncia do Ministério Público do Paraná, através de investigação do Grupo GAECO, de suposto envolvimento de Makuch como sócio oculto, na empresa Alerta Monitoramento Eletrônico, a qual, segundo a denúncia, teria desviado dos cofres públicos recursos provenientes de serviços de monitoramento eletrônico, os quais estariam superfaturados e sem a devida prestação do serviço contratado. Sobre esta mesma comissão, houve ainda um outro protocolo registrado no sistema da câmara, nesta semana. Como a presidência do PMDB foi assumida recentemente pelo ex-prefeito Gilberto Agibert Filho, o mesmo solicitou a retirada da denúncia contra o Vereador Júlio César Makuch, para suspensão do ato. A Comissão Processante analisando o pedido emitiu um parecer contrário ao pedido, haja vista que após o recebimento em Plenário, a matéria deve ter prosseguimento cumprindo todas as etapas do processo.  

 
 Galeria de Fotos
 
 Outras Notícias
» SESSÃO SOLENE HOMENAGEIA LUIZ FERNANDO PENTEADO
» CÂMARA DEVOLVE RECURSOS DO ORÇAMENTO AO MUNICÍPIO
» TENENTE WALLA RECEBE HOMENAGEM PELO TRABALHO REALIZADO NA COMPANHIA
» CÂMARA ESCLARECE SOBRE QUESTÃO DA LEI DOS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS
» ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO FOI APROVADO EM R$ 150 MILHÕES
» PRESTAÇÃO DE CONTAS DA CÂMARA É APROVADA PELO TRIBUNAL
VER TODAS
 

Horário de Atendimento: 08:30h às 17:00h - Email: atendimento@cmprudentopolis.pr.gov.br
Telefone: (42) 3446-8600