VEREADORES : IROSLAU WORUBY - PSDB.
 
INDICAÇÃO N°. 001/2018
 

INDICAÇÃO N°. 001/2018

        Autoria: Ver. IROSLAU WORUBI (PTB)

 

 

Súmula: “Indica ao Poder Executivo Municipal a necessidade de revisão dos critérios estabelecidos na Lei Municipal 2194/2015 que institui o Programa “Caminho do Campo”; especialmente no que se refere ao limite de R$  70.000,00 de renda bruta anual para isenção dos produtores rurais qualificados como pequeno produtor rural com aptidão para o PRONAF estabelecido na lei como condição para a obtenção de isenção de pagamentos de taxas e preços pelos serviços públicos prestados; bem como no sentido da viabilização de correção dos critérios de aplicação da referida Lei Municipal 2194/2015 que institui o Programa “Caminho do Campo”, os quais estabelecem segundo as regras impostas pelas Secretarias de Agricultura e de Transportes, um limite de 03 viagens de cascalho por produtor rural, limite este que não encontra-se estabelecido na lei em especial para fins de atendimento do pequeno produtor isento a qualquer pagamento; e por fim indica a municipalidade no sentido de verificar a viabilidade de estruturação no sentido do atendimento de todas as solicitações dos pequenos produtores rurais qualificados pela Lei Municipal 2194/2015 que institui o Programa “Caminho do Campo”, como isentos, estabelecendo uma lista de inscrição para que se possa dar atendimento a todos dentro do princípio da isonomia”.

 

 

Excelentíssimo Senhor Presidente;

                                                           Excelentíssimos Senhores Vereadores:

 

                                               O Vereador que esta subscreve, uma vez ouvido e anuente o Soberano Plenário desta Casa de Leis, e seguindo o que estabelece o Regimento Interno INDICA ao Poder Executivo Municipal a necessidade de revisão dos critérios estabelecidos na Lei Municipal 2194/2015 que institui o Programa “Caminho do Campo”; especialmente no que se refere ao limite de R$  70.000,00 de renda bruta anual para isenção dos produtores rurais qualificados como pequeno produtor rural com aptidão para o PRONAF estabelecido na lei como condição para a obtenção de isenção de pagamentos de taxas e preços pelos serviços públicos prestados; bem como no sentido da viabilização de correção dos critérios de aplicação da referida Lei Municipal 2194/2015 que institui o Programa “Caminho do Campo”, os quais estabelecem segundo as regras impostas pelas Secretarias de Agricultura e de Transportes, um limite de 03 viagens de cascalho por produtor rural, limite este que não encontra-se estabelecido na lei em especial para fins de atendimento do pequeno produtor isento a qualquer pagamento; e por fim indica a municipalidade no sentido de verificar a viabilidade de estruturação no sentido do atendimento de todas as solicitações dos pequenos produtores rurais qualificados pela Lei Municipal 2194/2015 que institui o Programa “Caminho do Campo”, como isentos, estabelecendo uma lista de inscrição para que se possa dar atendimento a todos dentro do princípio da isonomia.

 

 

                                               Sala do Plenário, em 06 de Fevereiro de 2018.

 

 

 

                                                         Ver. IROSLAU WORUBI

 

 

JUSTIFICATIVA:

 

                                                         Tem sido motivo de constantes manifestações na tribuna desta Casa de Leis a necessidade de adequação da Lei Municipal 2194/2015 que institui o Programa “Caminho do Campo”, que constitui a principal forma de fomento do Poder Executivo Municipal à atividade agrícola desenvolvida no município; sendo assim e diante da distorção ocasionada pela inflação no período desde o sancionamento da lei, assim como ante a necessidade de verificação de um patamar que permita o atendimento de um maior numero de pequenos produtores rurais, que embora possuidores de renda bruta anual superior a R$ 70.000,00 não se desqualificam da condição de produtor apto ao PRONAF tampouco possuem condições financeiras para custeio de serviços e produtos do município que lhes permitam a continuidade da atividade agrícola; de modo se mostra necessária a readequação do limite financeiro de produção anual bruta estampado na lei. A readequação ainda se mostra necessária nos sentido da alteração das regras impostas pelas Secretarias de Agricultura e de Transportes, no que se refere ao limite de 03 viagens de cascalho por produtor rural, limite este que não encontra-se estabelecido na lei em especial para fins de atendimento do pequeno produtor isento a qualquer pagamento, bem como não é o suficiente para o atendimento da maioria das demandas. A presente indicação por fim, tem a intenção de verificar a viabilidade de estruturação no sentido do atendimento de todas as solicitações dos pequenos produtores rurais qualificados pela Lei Municipal 2194/2015, como isentos, estabelecendo uma lista de inscrição para que se possa dar atendimento a todos dentro do princípio da isonomia, evitando as reclamações constantes de ausência de atendimento nos moldes estabelecidos pela lei.

 

 

 

 
 Outras Proposições
INDICAÇÃO N°. 074/2020
INDICAÇÃO N°. 074/2020 Autoria: Ver. JOSÉ PEREIRA NETO; Ver. IROSLAU WORUBY;   Súmula: “Indicam ao setor de transportes da municipalidade, para que veja necessidade de se promover serviços de máquinas na região de Linha Maurício, neste Município”;...
REQUERIMENTO Nº 016/2020
REQUERIMENTO Nº 016/2020 Autoria: Ver. IROSLAU WORUBY; Ver. ÁUDIO CHARACHOUSKI; Ver. JOSÉ PEREIRA NETO; Ver. CARINA GASPARIN RAMPI;     Súmula: “Requerem à municipalidade para que se envie informações sobre a situação dos recursos advindos da...
INDICAÇÃO N°. 064/2020
INDICAÇÃO N°. 064/2020 Autoria: Ver. IROSLAU WORUBY; Ver. LUCIANO MARCOS ANTONIO; Ver. LADEMIRO BUDNIK; Ver. IVO PROCZIKEVICZ;   Súmula: “Indicam à municipalidade para que veja da viabilidade de se promover ações de atendimento emergencial e criação de estrutura...
INDICAÇÃO N°. 056/2020
INDICAÇÃO N°. 056/2020 Autoria: Ver. Iroslau Woruby;     Súmula: “Indica à municipalidade para que veja da viabilidade de, em parceria com a Sanepar,  se estender a rede de abastecimento de água tratada em Linha Rio dos...
INDICAÇÃO N°. 042/2020
INDICAÇÃO N°. 042/2020 Autoria: Ver. IROSLAU WORUBY;   Súmula: “Indica ao setor de obras da municipalidade, para que veja da necessidade de se regularizar o manilhamento e passeio de trecho da Rua dos Mendes, nesta cidade;”     Excelentíssimo Senhor...
PROJETO DE EMENDA À LEI ORGÂNICA MUNICIPAL N° 001/2020
PROJETO DE EMENDA À LEI ORGÂNICA MUNICIPAL N° 001/2020   SÚMULA: “Altera o artigo 71 da Lei Orgânica  Municipal e dá outras providências”.   Iniciativa: Vereadores   Os Vereadores que abaixo subscrevem, no uso de suas atribuições legais,...
PROJETO DE LEI Nº 016/2020
PROJETO DE LEI Nº 016/2020   Autoria: Mesa Diretiva   Súmula: “Dispõe sobre doação de bens móveis ao Município de Prudentópolis para fins de utilização pelas Secretarias Municipais de Educação e Cultura, e dá outras...
PROJETO DE LEI Nº 015/2020
PROJETO DE LEI Nº 015/2020     SÚMULA: “Dispõe sobre o subsídio mensal dos Vereadores e do Presidente da Câmara Municipal de Prudentópolis/PR para a Legislatura 2021 a 2024, e dá outras providências”.   A mesa diretiva da Câmara Municipal de...
PROJETO DE LEI Nº 014/2020
PROJETO DE LEI Nº 014/2020     SUMULA: “Dispõe sobre o subsídio mensal dos Secretários Municipais de Prudentópolis/PR para a gestão administrativa 2021 a 2024, e dá outras providências”.   A mesa diretiva da Câmara Municipal de...
PROJETO DE LEI Nº 013/2020
PROJETO DE LEI Nº 013/2020     SÚMULA: “Dispõe sobre o subsídio mensal do Prefeito e do Vice Prefeito Municipal de Prudentópolis/PR para a gestão administrativa 2021 a 2024 e, dá outras providências”.   A Mesa Diretiva da Câmara Municipal de...
VER TODAS
 

Horário de Atendimento: 08:30h às 17:00h - Email: atendimento@cmprudentopolis.pr.gov.br
Telefone: (42) 3446-8600