ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Comissões Processantes:
 
DUAS NOVAS DENÚNCIAS SÃO ACEITAS PELA CÂMARA CONTRA MAKUCH
 
26/04/2016
Fonte: assessoria
Presidente Jos Adilson dos Santos sorteia nomes dos vereadores

Duas Comissões Processantes foram constituídas durante a sessão legislativa de segunda-feira, 25/04, da Câmara Municipal de Prudentópolis, acatando a denúncias formuladas contra o Vereador Júlio Cesar Makuch (PSL). Ambas acataram denúncias formuladas pelo Partido da Mulher Brasileira  – PMB -, assinadas pelo presidente da Comissão Executiva Provisória Local, Vereador Marcos Vinício dos Santos. Na primeira denúncia, cita que Júlio está sendo denunciado juntamente com o ex-prefeito cassado Gilvan Pizzano Agibert, e com o empresário Daniel Mach, proprietário da empresa Alerta Segurança Eletrônica, a qual mantinha contrato administrativo com o Município de Prudentópolis. As investigações feitas pelo Grupo GAECO, segundo a denúncia, apontam que os serviços prestados pela Alerta teriam ocasionado prejuízo estimado de R$ 760.721,56. A denúncia foi aceita por maioria de votos favoráveis, tendo apenas o voto contrário do vereador Clemente Lubczyk e a ausência do Vereador Luciano Marcos Antonio. Em virtude dos impedimentos do Vereador Marcos Vinício, denunciante, e Júlio César Makuch denunciado, além de José Petez, José Adilson dos Santos, envolvidos diretamente na Operação Caçamba do Gaeco, e Luciano Marcos Antonio, com parentes envolvidos na mesma operação, foram convocados os suplentes Alan de Andrade, Leandro Giaretta, Acir Batista dos Santos, Sérgio Miques e Antonio Michalcheszen para votar. Após ser realizado o sorteio dos três vereadores que vão compor a comissão saíram os nomes dos vereadores Adriano Cardozo, eleito Presidente; Valdir Krik, Relator e João Michalichen Neto, Secretário.

         A segunda denúncia aceita pela câmara contra Makuch, formulada pelo PMB, indica que há procedimento impetrado pelo Tribunal de Contas da União em razão de irregularidades na entrega de medicamentos oriundos de convênios com o Governo Federal ao Município de Prudentópolis, onde houve atestação indevida do recebimento de medicamentos que na realidade não foram entregues, porém pagos ao fornecedor, conforme acórdão que integra os autos. Há evidências também de recebimento de remédios com data de validade vencida. Makuch é denunciado no processo juntamente com o ex-prefeito cassado Gilvan Pizzano Agibert e com outras pessoas entre funcionários públicos e empresários, e as investigações apontam relevante prejuízo aos cofres públicos que importam nos termos do acórdão do TCU em mais de R$ 160 mil. Nesta denúncia apenas os Vereadores Marcos Vinício, denunciante e Júlio Makuch, denunciado, ficaram impedidos de votar e os suplentes aptos Antonio Michalcheszen e Leandro Giaretta participaram da votação para recebimento, que registrou maioria de votos, apenas com o voto contrário de Clemente Lubczyk e ausência de Luciano Marcos Antonio. Após a realização do sorteio para escolha dos três nomes que vão compor a mesma, saíram os vereadores Adriano Cardozo, eleito Presidente; Clemente Lubczyk, Relator e Luciano Marcos Antonio, Secretário. As mesmas agora tem o prazo de cinco dias para instalação e início dos trabalhos. O prazo legal de 90 dias, conforme rege o Decreto Lei 201/67, passa a contar a partir da notificação do denunciado.   

 
 Galeria de Fotos
Presidente Jos Adilson dos Santos sorteia nomes dos vereadores Vereador Dr. Darley que presidiu a instalao de uma das comisses sorteia nomes dos vereadores Suplentes convocados na sesso para analisar as denncias prestam juramento
 
 Outras Notícias
» SESSÃO DESTA TERÇA-FEIRA, 18, SERÁ ÀS 17 HORAS
» CICLISTAS E ACIAP RECEBEM HOMENAGENS DA CÂMARA
» ENCONTRO DISCUTE PROBLEMAS DA ÁREA DA SAÚDE
» QUESTÃO DA SEGURANÇA É DISCUTIDA NA CÂMARA MUNICIPAL
» FALECE AOS 69 ANOS O EX-VEREADOR EDGARD PILATI
» VEREADORES PARTICIPAM DA MARCHA À BRASÍLIA
VER TODAS
 

Horário de Atendimento: 08:30h às 17:00h - Email: atendimento@cmprudentopolis.pr.gov.br
Telefone: (42) 3446-8600