ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Comisso Processante 02:
 
O prefeito afastado Gilvan Pizzano Agibert apresen
 
02/06/2015
Fonte: assessoria
Vereadores fazem diligncia para intimar o denunciado em tempo hbil

O prefeito afastado Gilvan Pizzano Agibert apresentou suas alegações finais à Comissão Processante número 002/2015, no final da tarde de segunda-feira, 1º, por volta das 17 horas, praticamente expirando o tempo limite para protocolar a mesma na Secretaria da Câmara Municipal de Prudentópolis. Após a fase de oitiva de testemunhas de defesa indicadas pelo prefeito afastado Gilvan Pizzano Agibert ter sido encerrada, a Comissão Processante instaurada em face da denúncia protocolada na Câmara Municipal pelo cidadão Mauro Luiz Mhel, em virtude da prisão em flagrante de Gilvan pelo suposto recebimento de propina da empresa Transresíduos, está entrando na etapa final dos trabalhos, conforme rege o Decreto Lei número 201/67, que estabelece o rito dos autos. Após receber a defesa final por escrito, os integrantes da comissão passaram a ler todo o material e analisar as alegações contidas na mesma, para na sequência, emitir o relatório final, o qual opinou pela procedência da denúncia contra o processado Gilvan. O Presidente da CP, Vereador Valdir Krik, imediatamente após a emissão do relatório final, oficiou à Presidência da Câmara Municipal e solicitou a convocação de sessão de julgamento, a qual foi marcada para esta sexta-feira, dia 05 de junho, a partir das 13h30min, no Plenário. Do mesmo modo, a comissão, em virtude dos impedimentos já registrados dos vereadores José Adilson dos Santos, José Petez e Luciano Marcos Antonio, para julgamento da matéria, solicitou a recomposição do quórum de votação, ou seja, de convocação dos suplentes dos vereadores impedidos. No caso, Osmário Batista e Leandro Giaretta, para substituição dos Vereadores José Petez e Luciano Marcos Antonio, respectivamente e Alan Lopes de Andrade, em substituição ao Vereador José Adilson dos Santos. O primeiro suplente de José Adilson, na realidade, é Paulo Sérgio Guedes, o qual também está impedido de votar em virtude de que é processado no mesmo crime e fato que vem sendo analisado judicialmente. Também por ter se apresentado como advogado  do processado, quando de interrogatórios por ocasião da prisão em flagrante. Agora, o denunciado está sendo procurado para ser intimado da sessão desta sexta-feira. Os vereadores da comissão estão desde ao meio dia desta terça-feira, 02, na residência e em outros locais à procura do denunciado para sua intimação, juntamente com Oficial de Justiça da comarca. Para a sessão de julgamento, já foi solicitado policiamento e telão com som, para ser fixado defronte ao prédio da câmara, uma vez que a via pública será fechada por motivo de segurança e o acesso ao Plenário é limitado a 160 pessoas. O prazo final dos trabalhos é neste dia 10 de junho e em caso de não haver intimação do denunciado, registro de quórum suficiente para votação ou recebimento de alguma medida judicial que interrompa os trabalhos, uma nova sessão será marcada no prazo de 24 horas. Se não houver a realização da sessão de julgamento até o dia 10, o processo será arquivado.

 
 Galeria de Fotos
Vereadores fazem diligncia para intimar o denunciado em tempo hbil
 
 Outras Notícias
» TENENTE WALLA RECEBE HOMENAGEM PELO TRABALHO REALIZADO NA COMPANHIA
» CÂMARA ESCLARECE SOBRE QUESTÃO DA LEI DOS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS
» ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO FOI APROVADO EM R$ 150 MILHÕES
» PRESTAÇÃO DE CONTAS DA CÂMARA É APROVADA PELO TRIBUNAL
» ESCOLA CORONEL É HOMENAGEADA POR CONQUISTAR PRÊMIO
» ALUNO DA APAE RECEBE HOMENAGEM PELO PRÊMIO CONQUISTADO
VER TODAS
 

Horário de Atendimento: 08:30h às 17:00h - Email: atendimento@cmprudentopolis.pr.gov.br
Telefone: (42) 3446-8600